Matías Costa

"Zonians"

Zonians

Durante quase cem anos, milhares de americanos viveram confortavelmente em comunidades tropicais tranquilas nas margens do Canal do Panamá. Conhecidos como Zonians, eles tratavam da manutenção de uma das maiores obras de engenharia do mundo, que durou até 1999, quando o Canal foi restituído ao Panamá. Desde então, os Zonians reúnem-se anualmente na Flórida, a fim de recordar o seu paraíso perdido, cientes de quando eles desaparecerem, também a sua comunidade desaparecerá para sempre.

Matías Costa

Matías Costa nasceu em Buenos Aires, 1973, e está radicado em Madrid. Recorrendo a imagens estranhas, o trabalho de Matías Costa explora os temas memória e migrações. Com formação em jornalismo, trabalha como fotógrafo produzindo séries de longo termo e é colaborador de: New York Times, Geo, El País Semanal e outros media. Exposições: Photoespaña, Visa pour L´Image, Instituto Cervantes e diversos locais em Espanha, França, Alemanha, Rússia, México, China e Estados Unidos. O seu trabalho faz parte das coleções do Moscow Photography Museum, Comunidad de Madrid, Hubei Museum of Art, Museo de América, e de coleções privadas. Subvenções e prémios: World Press Photo, Descubrimientos PhotoEspaña, Fondation Hachette, Unicef Photo Award, Fundación La Caixa e nomeação para o Prix Pictet. Livros: The Family Project (Bokeh, 2012) e Matías Costa (Photobolsillo, La Fábrica, 2011). Fundador do coletivo NOPHOTO, no qual se manteve até 2012, é representado por Panos Pictures, Londres.

Mosteiro de Tibães

Rua do Mosteiro - Mire de Tibães

O Mosteiro de São Martinho de Tibães, antiga Casa Mãe da Congregação Beneditina portuguesa, foi adquirido pelo Estado Português em 1986 e afecto ao Instituto Português do...

Mais informação

Horário

Terça-Feira a Domingo | Tuesday to Sunday | 10h00—19h00

Horário de Inverno (a partir de 24 de Outubro) | Winter time (from the 24th of October) : 10h00 - 18h00

Mecenas Prémio Emergentes DST

dstgroup

Apoio à Impressão

lumen koylab graficavv

Apoio ao Design

gen