30 anos 30 anos 30 30

Tânia Cadima

"Clepsidra"

Clepsidra

Uma imagem rememorada nunca é algo pronto. A matéria de que é feita é instável, permeável, muda a cada instante. Evocar uma imagem que pertence ao passado, recuperá-la, trazê-la até ao momento presente, é um exercício criativo dinâmico cujas variáveis escapam: é como tentar fixá-la numa superfície que se encontra em constante movimento. Clepsidra é um ensaio poético que tenta dar conta deste processo.
Parte-se, então, em direcção ao fundo de um arquivo de imagens fotográficas, um objecto que nos faz acreditar que é possível guardar intactas imagens-lembrança. Rapidamente se percebe que a dimensão cronológica rígida que costuma caracterizar estes objectos, quando submersos, desfaz-se. As imagens perdem a sua referência temporal e, a fronteira entre o que foi real e agora inventado, dilui-se.
Impregnado de subjectividade, o papel da imaginação é, aqui, determinante. Guiadas por um impulso, ora estético ora lúdico, algumas destas imagens emergem: uma proposta de leitura em que o espectador é convidado a entrar como num labirinto, sendo que é na sua própria memória que este vai encontrar a chave para a saída.

Mosteiro de Tibães

Rua do Mosteiro - Mire de Tibães

O Mosteiro de São Martinho de Tibães, antiga Casa Mãe da Congregação Beneditina portuguesa, foi adquirido pelo Estado Português em 1986 e afecto ao Instituto Português do...

Mais informação

Horário

Terça-Feira a Domingo | Tuesday to Sunday | 10h00—19h00

Horário de Inverno (a partir de 24 de Outubro) | Winter time (from the 24th of October) : 10h00 - 18h00

Apoios Institucionais

Braga UM DGArtes GovernoPortugal