30 anos 30 anos 30 30

John Paul Evans

"Till Death Do Us Part"

Till Death Do Us Part

Como académico tenho sido crítico na forma como a fotografia é usada para reafirmar noções de pertença e de alteridade em relação ao retrato de família. Como consequência, há pouca evidência fotográfica dos 28 anos que o Peter e eu passámos juntos. Como o Peter está nos seus setenta e eu estou no meu início dos meus cinquenta, parecia haver uma urgência para resolver isto na minha cabeça, e assim explorar alternativas para o casal / casamento / retrato de casamento, nada mais do que deixar uma marca da nossa presença no mundo. Vínculos matrimoniais é um título abrangente que comporta vários projetos e respostas para o significado histórico e cultural do retrato de casal/casamento na cultura ocidental. As obras tiveram origem em 2013 com 'Home and Away' como uma reflexão pessoal sobre o estado atual da mudança social na Grã-Bretanha, Europa e América, em torno de noções ou definições de casamento. Nesta série de imagens, o casal, eu e o meu parceiro Peter, fomos literalmente apresentados como 'estranhos', olhando para o ambiente doméstico como uma imagem de 'alteridade'.

‘Till death us do part’ é uma série de permutações absurdas do retrato de casamento. Estas respostas performativas para ideias de casamento e domesticidade evocam uma sensação de algo estranho – o ‘familiar e o não-familiar'.

Local da Exposição

Edifício do Castelo

Mais informações brevemente.

Apoios Institucionais

Braga UM DGArtes GovernoPortugal