30 anos 30 anos 30 30

Antonio Guerra

"Ver de Acción"

Ver de Acción

‘Ver de Acción’ explora os limites entre o natural e o cultural, criando uma experiência com a paisagem e a interação com o espaço. Para isso utilizo a fotografia como meio criador de uma ilusão verdadeira e a capacidade ilusória da paisagem como construção social, recorrendo à intervenção e construção de cenário para reinterpretar a relação entre o homem e a natureza. Através de um processo de experiência direta e intervenção no território (instalações, performance), trabalho com as formas e significados de três elementos: a montanha como símbolo de viagem interior e exterior; pedra/terra como símbolo de incerteza; e o bosque como território do inesperado. Lugares por onde passo, procuro e recolho, criando uma série de relatos onde se possa estabelecer uma relação entre objetos, o ambiente que o rodeia, e a sua representação.

Numa segunda linha de investigação, juntei a transformação do ambiente natural por meio de ação humana com a transformação da própria fotografia como objeto, criando um diálogo entre realidade e ficção, paisagem e representação. Nestas práticas faço uso de uma série de recursos para investigar as possibilidades físicas da imagem e da sua representação (bidimensional, tridimensional), relacionando objetos encontrados, o seu contexto, e o meio fotográfico. Os trabalhos resultantes – colagem, foto-escultura, e instalações – exploram a ideia acerca da forma como percecionamos e nos relacionamos com o ambiente natural que nos rodeia, ao mesmo tempo que tentamos descobrir conceitos formalmente implícitos através dos atributos da fotografia.

Galeria da Estação

Largo da Estação 40, 4700-022 Braga

.

Mais informação

Horário

Terça a Sexta: 10h as 13h e das 14h30 as 18h30 | Sábado: 14h30 as 18h30

Segunda e Domingo: encerrado

Apoios Institucionais

Braga UM DGArtes GovernoPortugal