2011 Edition

Mark Curran

"ausschnitte aus EDEN/extracts from EDEN"

ausschnitte aus EDEN/extracts from EDEN

Lausitz fica no sudeste da Província de Brandenburg na antiga Alemanha de Leste (Deutsche Demokratische Republik) onde esta se encontra com a fronteira Polaca. De origem Sorb (um grupo de língua Eslava), a região tem vindo a ser moldada pela linha cronológica da industrialização, onde, a par com a sua capital, Cottbus/Chosebuz foi definida como um Estado Modelo da DDR. Como parte do maior território mineiro a céu aberto da Europa, o Tagebau #fica a norte, este e sul da cidade e continua a estender-se, levando a uma destruição à escala épica da paisagem envolvente e das aldeias centenárias de Sorb, até que a Braunkohle (linhite) for completamente esgotada, previsivelmente por volta de 2030.

 

‘Deus criou Lausitz e o Diabo escondeu o carvão debaixo dela’

 

‘Der Herrgott hat die Lausitz erschaffen und der Teufel hat die Kohle darunter versteckt’ (ditado Sorb)

 

Tendo feito uma primeira viagem à região no final de 2003 em busca do impacto do capital global num local periférico da Europa, tal como tinha sido vivido na minha Irlanda natal, rapidamente me apercebi de que era na realidade a antítese dessa experiência, encontrando-me com um esvaziamento e reconhecendo que as mesmas forças de globalização que tinham transformado de forma desenfreada a paisagem das minhas origens, estavam na realidade a transformar esta paisagem através de forças de retirada e escoamento – uma lenta hemorragia, levando o emprego mais para leste e a sua população jovem a migrar para o Oeste mais próspero. Em 2007, a região ficou em último lugar numa investigação nacional sobre perspectivas futuras. Incorporando áudio digital, vídeo, fotografia, testemunhos de várias gerações e artefactos, este projecto foi elaborado no contexto de uma paisagem modelada por e inscrita nas aspirações ideológicas utópicas da modernidade: Industrialização, Socialismo e, presentemente com elevados custos, Globalização. É fundamental para o projecto o catalisador para a região, o Tagebau, vê-lo de forma crítica eventualmente como uma metáfora da própria Globalização: finita, frágil e em última instância, não sustentável.

 

ausschnitte aus EDEN/extracts from EDEN teve o apoio do Arts Council of Ireland.

 

1 ‘untitled’ (empty housing projects in process of being dismantled/projectos de habitações vazias, em vias de demolição), Neu Schmellwitz, Cottbus, Lausitz, Eastern Germany, August 2007

 

2 ‘untitled’, section (map)/secção(mapa), Cottbus, Lausitz, Eastern Germany

 

3 Angelika, Tagebauarbeiterin, Tagebau Jänschwalde, Lausitz, Eastern Germany, July 2008 (digital video still)

 

4 Katja, Studentin, Cottbus, Lausitz, Eastern Germany, May 2007 (digital video still)

 

5 Katja, Studentin, Cottbus, Lausitz, Eastern Germany, May 2007 (digital video still)

 

6 Simon, Student, Cottbus, Lausitz, Eastern Germany, August 2008 (digital video still)

 

7 ‘former site of the village of Horno’ (full contact sheet/prova de contacto completa), Tagebau Cottbus Nord, Lausitz, Eastern Germany, August 2006

 

8 ‘disused workstation’, Steilmann Textile Factory (one week before closure/uma semana antes do encerramento), Cottbus, Lausitz, Eastern Germany, April 2006

Mark Curran

Mark Curran (b. 1964) is an artist and educator who lives and works in Berlin and Dublin. Presently completing a practice-led PhD through the Centre for Transcultural Research and Media Practice, DIT, Dublin, he lectures on the BA (Hons) Photography programme at IADT, Dublin and is Visiting Faculty on the MA in Visual and Media Anthropology at the Freie Universität Berlin. Incorporating multi- media installation informed by ethnographic understandings, Curran’s practice presently focuses upon the role and representation of globalised landscapes in the predatory context of migrations of global capital.

Local da Exposição

Mosteiro de Tibães

O Mosteiro de São Martinho de Tibães, antiga Casa Mãe da Congregação Beneditina portuguesa, foi adquirido pelo Estado Português em 1986 e afecto ao Instituto Português do...

Mais informação

Horário

Terça-Feira a Domingo | Tuesday to Sunday | 10h00—19h00

Horário de Inverno (a partir de 24 de Outubro) | Winter time (from the 24th of October) : 10h00 - 18h00

Apoios Institucionais

Braga UM DGArtes GovernoPortugal