Ren Hang

"Poems & Collections : REN HANG"

Poems & Collections : REN HANG

As fotografias analógicas de Ren Hang retratam emoções humanas, relações e amizades, e também medo e solidão. Mulheres e homens jovens – na sua maioria amigos do artista – posam nus em posturas vulneráveis, ocasionalmente explícitas. Com o seu olhar frequentemente direcionado para a câmara, os modelos assumem sempre um papel ativo. Nos retratos, tirados em frente a um cenário de fundo monocromático, na cobertura de arranha-céus ou em paisagens naturais, animais como cobras, pássaros ou gatos e flores aparecem como adereços. Em posições contorcidas e disposições incomuns, os corpos são um elemento abstrato para Ren Hang. O corpo humano despido torna-se uma escultura maleável, e deste modo assexuado. No entanto, as fotografias deste artista estão sempre repletas de um subtil toque humorístico.

Ren Hang

Nascido em 1987 em Chang Chun, pertencente à província de Jilin no Nordeste da China, Ren Hang é fotografo e poeta. A viver e a trabalhar em Pequim, Ren Hang é influenciado pela cultura Chinesa e pelo ambiente à sua volta. As suas imagens constituem um retrato da sua própria geração e da cultura urbana juvenil da China, e anseiam por liberdade pessoal e espiritual. Refletem um estilo de vida espontâneo que procura liberdade.

As fotografias íntimas de Hang desafiam diretamente a moral e os tabus sociais existentes na China ao explorar o corpo humana e a sexualidade, especialmente a homossexualidade, que na China foi considerada uma doença mental até 2001. A sua experiência de constante censura tem influenciado a sua prática artística e a estética das suas fotografias. Por um lado elas são cuidadosamente censuradas, contudo por outro, elas são inerentes ao momento: uma consequência da seu – nem sempre voluntário – rápido método de trabalho.

O trabalho de Ren Hang foi banido em diversas galerias na China. Apesar disso, ele tem exposto vastamente na Rússia, Itália, França, Suécia, Reino Unido, Áustria e até mesmo na China.

Museu Nogueira da Silva

Avenida Central 45/61 - 4710-228 Braga

O Museu Nogueira da Silva deve a sua fundação ao legado, feito em Setembro de 1975, a favor da Universidade do Minho pelo Senhor António Augusto Nogueira da Silva....

Mais informação

Horário

Terça a Sexta | Tuesday to Friday | 10h00—12h00 e 14h00—18h30 Sábado | Saturday 14h00—18h30

Encerram Sábados de manhã, Domingos e Segundas.

Apoios Institucionais

Braga UM DGArtes GovernoPortugal