Romy Pocztaruk

"Feira de Ciências & Carnaval dos Animais"

Feira de Ciências & Carnaval dos Animais

Feira de Ciências
Na série “Feira de Ciências”, Romy Pocztaruk parte de objetos e imagens científicas, capturadas em museus de ciência, transpondo-as para o universo da arte. Romy seleciona, escolhe, captura e recorta imagens de ciência, colocando-as dentro do universo da arte e produzindo o que gosta de chamar de uma “transmutação mágica”. Ao realizar esta ação, a transferência (da ciência para a arte) transforma-se num ato performático, e por que não mágico, através do qual a origem da imagem primeira é posta de lado, esquecida, para assumir um novo lugar e tornar-se uma proposição artística.

Carnaval dos Animais
Vídeo digital, 20min, 2014 No vídeo “Carnaval dos Animais”, Pocztaruk apropria-se de dois balões de vidro, comumente utilizados em laboratórios químicos, que são reutilizados como aquários e interligados, cada um contendo um exemplar de peixe doméstico do tipo Beta, espécie conhecida pela agressividade, o que lhe confere o apelido de “peixe de briga”. Nessa aproximação proposta pela artista, cria-se uma tensão, e no ballet intermitente dos peixes constrói-se um desenho no espaço. A trilha do vídeo, composta pelo compositor Caio Amon, é um remix de trechos da peça Le Carnaval des Animaux do compositor Camille Saint-Saëns. Na efemeridade do tempo, o desenho mediado por um animal e um objeto deslocado do seu lugar original, inscritos no campo da arte, criam uma proposição artística.

Romy Pocztaruk

1983, Porto Alegre, Brasil.
Vive e trabalha em Porto Alegre, Brasil.
O trabalho fotográfico e videográfico de Romy Pocztaruk lida com simulações e com a posição a partir da qual o artista interage com diferentes lugares. Interessa-se também pelas relações possíveis a partir do cruzamento de diferentes campos e disciplinas (como ciência e comunicação) com o campo da arte, gerando resultados poéticos em diferentes meios e suportes.
Entre as principais mostras das quais participou estão a 31ª Bienal de São Paulo (2014); BRICS (2014), OI Futuro Flamengo, Rio de Janeiro, Brasil; Convite à Viagem – Rumos Artes Visuais (2011-13), Itaú Cultural, São Paulo/Rio de Janeiro/Goiânia, Brasil; 9ª Bienal do Mercosul (2013), Porto Alegre, Brasil; Region 0 - The Latino Video Art Festival of New York (2013), New York; 64º Salão Paranaense (2012), Museu de Arte Contemporânea do Paraná, Curitiba, Brasil; Prêmio Diário Contemporâneo de Fotografia, Casa das Onze Janelas, Belém do Para, Brasil; Percursos Simulados (2011), Paço das Artes, São Paulo, Brasil; Simulated Pathways (2011), Skalitzer 140, Berlim, Alemanha. Também realizou residências na China (Sunhoo Creatives in Residency), Bahia (Instituto Sacatar), Berlim (Takt Kunstprojektraum) e Nova York (Bronx Museum), pela Bolsa Iberê Camargo de residências artísticas.

Convento de São Francisco de Real

Convento de São Francisco de Real

.

Mais informação

Horário

Terça a Domingo: 10h as 12h30 e das 14h30 as 17h30 | Sábado e Domingo: 14h00 - 18h00

Segunda e Feriados: Encerrado

Apoios Institucionais

Braga UM DGArtes GovernoPortugal