Marta Zgierska

"Post"

Post

Em 2013, sobrevivi a um grave acidente de automóvel. Estive perto da morte, e a realidade – à qual me tinha adaptado com dificuldade – escapou-me por entre os dedos. Este infortúnio trouxe-me um outro: cirurgias, meses de limitações físicas, uma separação, e o retorno e agravamento de um distúrbio de ansiedade.
Não muito tempo antes do acidente, tinha encontrado em casa da minha família um relato descritivo de um professor, do tempo que eu era uma estudante exemplar, com sete anos de idade. Continuo a sê-lo na minha vida adulta. No entanto, e apesar da opinião de outros, as minhas limitações, vergonha e ansiedade continuam a ocupar um grande espaço dentro de mim. Comecei a tirar as primeiras fotografias como forma de domar o medo, transformando-o numa imagem estética. O acidente obrigou-me a suspender o meu trabalho. A minha mente foi-se enchendo de lembranças fragmentadas, e detalhes intensos e desconexos. A minha própria fisicalidade e dor tornaram-se uma fonte de imagens que ao longo dos tempos, se fizeram sentir cada vez mais substanciais e corporais.
"Post" é um projeto sobre o trauma, congelado em tons de um cinza morto, sobre silêncio e sobre tensão. Todos podem encontrar uma parte de si aqui – sonhos cansativos, medos, e obsessões. É uma forma individual de descobrir uma memória traumática idêntica em outra pessoa, "Post" é uma tentativa, num contacto íntimo, que fecha o passado não vivido no presente.

Marta Zgierska

Marta Zgierska nasceu em 1987, em Lublin, na Polónia. Tem um mestrado (MFA) em Fotografia pela Escola Nacional de Cinema, Televisão e Teatro Leon Schiller, um mestrado (MA) em Teatrologia e um mestrado (MA) em Jornalismo.
Vive em Varsóvia, local onde desenvolve os seus projetos artísticos. Tem interesse em estudos do trauma e da memória. O seu trabalho foi exibido na Galeria Esther Woerdehoff (Paris, França), Maison de la Photographie (Lille, França), Photokina (Colónia, Alemanha), Fotobiennal de Malmo (Suécia) e no Fotofestiwal (Lodz, Polónia).
A sua série "Post" foi selecionada para o Festival Circulation(s) em Paris, apresentando os mais interessantes jovens fotógrafos da Europa. Em 2015, foi nomeada como um dos talentos emergentes do Lens Culture's Top 50 Emerging Talents. Em 2016 ganhou um dos mais prestigiados prémios de fotografia - Prix HSBC pour la Photographie, ganhou também o Reminders Photography Stronghold Grant e ainda o Kolga Tbilisi Photo Award. No mesmo ano, foi nomeada para o prémio ING Unseen Talent Award.

Mosteiro de Tibães

Rua do Mosteiro - Mire de Tibães

O Mosteiro de São Martinho de Tibães, antiga Casa Mãe da Congregação Beneditina portuguesa, foi adquirido pelo Estado Português em 1986 e afecto ao Instituto Português do...

Mais informação

Horário

Terça-Feira a Domingo | Tuesday to Sunday | 10h00—19h00

Horário de Inverno (a partir de 24 de Outubro) | Winter time (from the 24th of October) : 10h00 - 18h00

Apoios Institucionais

Braga UM DGArtes GovernoPortugal