30 anos 30 anos 30 30

Notícias

Atividades

13/07/2017

A programação da edição comemorativa dos Encontros da Imagem - 30 anos, englobará um conjunto diversificado de atividades, tendo sempre como referências as áreas da criação, da produção da formação e divulgação da fotografia nacional e internacional. Haverá atividades para públicos específicos com foco particular na fotografia, bem como outras para o público em geral. Será dada grande importância ao público jovem, nomeadamente com a organização de ações especificas e de um serviço educativo.

Assim, a programação das atividades será constituída por sete áreas que se complementam:

Exposições - está programado um quadro expositivo de trinta e quatro (34) exposições, sendo 24 delas na cidade de Braga, ocupando 10 espaços diferentes.

As outras 10 exposições, constituirão uma extensão significativa dos Encontros a quatro cidades: Barcelos, Guimarães, Vila Nova de Famalicão e Porto, ocupando oito espaços distintos.

Na programação deste ano, foi inovador o convite feito a alguns artistas plásticos, para a criação de obras em diversos suportes, que estabelecem um diálogo com obras fotográficas do acervo dos Encontros da Imagem.

O festival dará ainda grande enfoque à fotografia portuguesa, havendo uma ampla participação de artistas nacionais, quer em mostras individuais, como coletivas. Haverá também lugar para o conhecimento de novos autores emergentes, sobretudo europeus, através de exposições, que serão o resultado de uma Open Call. Do espólio dos Encontros da Imagem, serão mostrados autores mais clássicos, tendo como contraponto obras de autores contemporâneos;

Open Call - reafirmando a vontade de continuar a lançar autores emergentes, o festival promoverá uma chamada pública de artistas nacionais e internacionais,   com o objetivo de serem selecionados - com a participação de um júri internacional composto por três elementos - entre 16 e 20 autores, cujas obras constituirão uma ou mais exposições  que integrarão a edição do presente ano. Com esta ação, o festival aproxima-se mais das comunidades e valoriza a importância da imagem na construção da memória coletiva;

Residências artísticas - o convite feito a dois artistas - um nacional e outro estrangeiro, proporcionará através das mesmas que se realizarão em Braga, durante uma semana, a criação de obras que constituirão objeto de duas exposições a ter lugar no Convento de S. Francisco de Real;

Projeções - serão promovidos em espaços públicos, no Largo do Paço e no Rossio da Sé - projeções fotográficas e videográficos dedicadas não só a autores emergentes, nomeadamente os que possam resultar da Open Call deste ano, mas também de trabalhos de autores existentes no espólio Encontros.;

Ciclos de cinema: em projeções videográficas, será realizado um ciclo de cinema dedicado à temática da fotografia e biografias de fotógrafos que se desenvolverá ao longo do período em que decorrem os Encontros;

Conferências, workshops e serviços educativos – Quanto ao serviço educativo dedicaremos aos grupos escolares uma atenção particular através de visitadas guiadas e orientadas às exposições.

Para um público mais diretamente associado às artes visuais, estão programados workshops e conferências.

Instameet - A programação contempla ainda uma atividade direcionada para o grande público - principalmente o mais jovem, através da realização de uma PhotoWalk para Instagramers. Assim, com o recurso às novas tecnologias de informação e às redes sociais, procura-se também estimular e democratizar a imagem. Durante o Instameet, todos os participantes vão partilhando a experiência através de hashtags comuns.

+ Carregar mais notícias

Apoio Financeiro e Institucional

dgartes cmbraga

Apoio à Impressão

lumen koylab graficavv